Seguidores

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Palavras....



Queria a força dos passos em tempos de tempestades,

os bravos acordes de silêncio nas lágrimas.

O não deixar de amar acima de tudo.

Queria saber dizer além de mim,

e proclamar as palavras sem contá-las ...





7 comentários:

  1. Parece que há um grito preso aí dentro. Beijos,Marilu.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Carlos. E que saia esse grito! Mas o mais importante é "não deixar de amar, acima de tudo"! Beijão, amiga!

    ResponderExcluir
  3. Estamos a festejar o nosso 3º aniversário e muito gostaríamos de poder contar com a tua presença no nosso Farol.

    Pega uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e brinda connosco a muitos mais anos de boa e sã Amizade.

    Beijinhos e abraços amigos de

    Argos, Tétis e Poseidón

    Um Farol chamado Amizade

    ResponderExcluir
  4. Isso mesmo, Marilu, nunca deixe de amar...Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A força das palavras que nunca se gastam...quando são guardadas com amor no coração.
      Beijo
      Graça

      Excluir
  5. Olá Marilú!
    Olha quem está te vesitando! Voltei minha amiga!

    Adorei este poema que é pequeno mas diz tanta coisa!
    Nunca deixes o teu coração perder a faculdade de amar, porque amar é bom!
    Beijo bem grande em sua pedra preciosa "CORAÇÃO".

    ResponderExcluir
  6. Marilu ,

    belissimo poema .

    Um beijo ,
    Maria

    ResponderExcluir