Seguidores

sábado, 6 de abril de 2013

Doce Abismo




Doce abismo de mim ,
em algum lugar 
ainda brilha 
um facho da lua, 
uma gota de orvalho, 
um regato de cascalhos.

Um som de encantamento, 
a vida....
um momento.

Uma recordação,
uma canção,
o dia que nasce...
uma nova emoção.

A pétala de uma rosa,
uma carta de amor, 
um sonho adormecido, 
a alegria e a ....
dor.

Meu abismo profundo, 
de lembranças 
jogadas ao vento, 
como seria bom
poder parar o tempo.

A beira do abismo criei asas e ....
voei....


Marilú








29 comentários:

  1. Lindo,Marilu!!! Precisamos voar, sonhar... beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Amiga querida !!!!!!
    ....voar sem pressa...sem mapa...sem rumo....mas sempre sabendo aonde chegar...então vamos encontrar....viajar....sentir o prazer do encontro...literalmente viver esta vida gostosa....rsrs...
    bjs de dia de domingo !

    ResponderExcluir
  3. gosto muito da Marilu poeta ... sensibilidade pura ...

    ResponderExcluir
  4. Amiga Marilu

    Em poesia tudo é permitido, como escrever bons pemas como tu. Parar o tempo também é perfeito usar, embora este nunca se deixe parar.
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  5. Ter asas , liberdade tão ansiada .
    Para quê parar o tempo ? Melhor deixá - lo correr .

    Um beijo , Marilu , e boa semana ,
    Maria

    ResponderExcluir
  6. As recordações nos dão asas para voar além da realidade.
    Belissimos versos.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  7. º° ❤♫°
    Olá, amiga!
    Essa poesia é super linda!
    É bonito pensar e sentir-se assim.
    Bom domingo!
    Boa semana!

    °º♡♡♫
    °º♡ Beijinhos do Brasil.
    º° ♡ ❤♫°

    ResponderExcluir
  8. Olá Marilu!

    O tempo não para, ele vai sempre em frente, e leva gente junto com ele às vezes depressa demais, mas a vida é assim a gente não pode parar o tempo.

    Boa noite amiga,
    José

    ResponderExcluir
  9. Show, Marilu. Muito bom. À beira do abismo.. O poeta bate asas.. Sempre. Beijoss, amiga, que ao contrário da Fadinha, não está em início de carreira, já tem boa história de belos poemas.

    ResponderExcluir
  10. Agradeço muito as palavras que me deixou. Há alturas em que as pedras rolam sobre as pedras e, por mais que não queiramos, partimo-nos em pedaços pequenos. Assim estou... incapaz de me sentir. Por isso vou esperar que o tempo me reconstitua.

    Beijo e até breve.

    Laura

    ResponderExcluir
  11. Mas que beleza de poesia!As asas sempre aparecem no momento certo!bjs,

    ResponderExcluir
  12. Bonito Marilu
    Um poema de esperanças ainda que no abismo achamos a forma de levantar voo...
    Parabéns poeta
    e deixo um abraço

    ResponderExcluir
  13. Lindo Marilu!
    Assim deixa de ser um abismo para ser um oásis.
    Nunca perder o voo, eis o segredo poeta!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Lindo amiga...
    isso mesmo, á beira do amigo voe!
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir

  15. Olá Marilú,

    Lindo o seu poema.

    A imagem também é linda e está perfeitamente sintonizada com o poema.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Será que somos nós um abismo ou que vivemos próximos de um abismo criado por nós...?
    Um poema com asas para voar para lá do abismo.
    Precisamos de certezas também e apagar os medos que criamos dando-lhes espaços e razões...

    ResponderExcluir
  17. Que Deus te abençoe
    Enquanto eu louvo,
    eu desejo que a benção de Deus se
    derrame em tua vida.
    E que Deus continue a abençoar
    da nossa amizade tão linda.
    E a vida seja simplesmente pura, paz.
    Passei para desejar um lindo dia,
    cheio de bençãos...
    Beijos e carinhos meus,Evanir..

    ResponderExcluir
  18. Querida amiga
    Não tive possibilidade de vir agradecer e retribuir teus votos de bom Domingo porque passei o fim de semana em casa da minha filha.
    Por isso desejo-te hoje uma óptima semana.

    Adorei o teu poema. Em algum lugar... ainda existem asas que nos permitem voar nos sonhos e alhearmo-nos da crua realidade.
    Ainda que seja à beira do abismo, as asas nos permitirão voar para longe.
    A imagem é muito bonita e perfeitamente condizente com o teor do poema.

    Beijinhos muito amigos

    ResponderExcluir
  19. Olá Marilu
    Lindo poema. Delicado e sensível. É bom podr voar com os sonhos.
    Bjux

    ResponderExcluir

  20. Benditas são as pessoas que ao nosso lado ofertam um sorriso,
    apontam, mesmo sem saber, um pedacinho do paraíso.
    Com muito carinho desejo
    uma linda noite.
    E dizer que seu blog esta em destaque
    com outras amigas,beijos no coração.
    Evanir..




    ResponderExcluir
  21. Olá querida amiga Marilu!

    Obrigada por suas por sua lindas e doces palavras em meu blog.
    Linda imagem, e belo o poema, "meu doce abismo" o poeta voa, e mesmo que não voa-se, neste caso existe água lá em baixo, onde é bom mergulhar. Parabéns e continuação de uma boa semana,

    Beijinhos,
    José.

    ResponderExcluir
  22. Querida amiga! Que poesia linda! Quantas e quantas vezes quisemos parar o tempo.... Mas ele continua.... Uma abençoada e feliz semana!
    Carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. A beira do abismo tomamos atitude....
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  24. FELIZ DIA DO BEIJO !!!!!!!!!!!!!!
    BOM DIA !!!!!!!!!!!
    LOUCURA OU DEVANEIO ?
    VEJO UM DOCE ABISMO !
    PARABÉNS PELO TALENTO EXPRESSO DE FORMA MAGISTRAL EM CADA POEMA...
    BJS DE BOM DIA !!!!!

    ResponderExcluir
  25. Amiga Marilu

    Podemos ver o que se chama chegar á beira do abismo com bons pensamentos, tendentes a evitar para resvalar.
    Beuijos de amizade

    ResponderExcluir
  26. ♪✿
    º° ✿✿♪


    Bom fim de semana!
    Beijinhos do Brasil

    ¸.•°♡⊱╮╮

    ResponderExcluir
  27. Olá, parabéns pelo blog!
    Legal seu poema!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  28. Olá minha querida amiga mais vale tarde que nunca e aqui estou em agradecimento à sua visita pois quando nos visitamos é sinal de que ainda por cá vamos andadando.
    Um pouco mais devagar sim mais o que vai valendo é irmos indo, para a onde nunca chegamos a saber.
    Masis um dos seus lindos poemas lindos como as mãos de quem os escreveu adorei.
    Amiga espero voltar mais vezes pois uma vez que demorei porque hoje já ando a passo de lesma...querida tenha um lindo dia cheio de amor e muita saúde, beijinhos de luz e paz.

    ResponderExcluir