Seguidores

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Gavetas do tempo



Hoje resolvi abrir as gavetas do tempo.
Deparei com pilhas de recordações,
muitas delas nem ao menos me lembrava.

Era como se a vida me perguntasse
por onde andei.

A cada laço que desatava, meu passado
tornava-se cada vez mais presente.
Fotos antigas, amareladas, de pessoas
a quem tanto amei, momentos vividos
que ficaram eternizados....quanta saudade.

Estava ali, meu primeiro diário,
meu amigo, confidente, quantos
sonhos, projetos.
Ao virar uma página encontrei
a primeira rosa que ganhei....
Da mesma maneira que a coloquei,
tantos anos ali, presa entre duas
folhas de papel, sem vida, sem cor,
mas ainda lhe resta um leve perfume.

Encontrei também várias cartas de amor,
algumas que nunca li,
outras que li e reli tantas vezes,
que as letras estão apagadas
pelas lágrimas que derramei sobre elas.

Diante daquelas gavetas do tempo
vi toda minha vida passar,
planos não realizados, amores frustrados.

Sonhos de menina que a mulher
não concretizou.
Peço perdão a criança que
deixou de sonhar....

A ponte do castelo
vai subir.......
preciso me despedir.

38 comentários:

  1. Que coisa mais linda,Marilu! Inspiração linda!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Soñar es necesario, recordar es indispensable,
    muy bonita la poesía llena de recuerdos.
    feliz semana.

    ResponderExcluir
  3. Ah minha amiga poetisa...encantada fiquei ao ler "Gavetas do tempo"
    Nossa, lindo e tocante por demais.
    Suspiros do lado de cá.

    Beijos enormes no teu coração.
    Te gosto muito e amei tua ligação, brigadinha viu?

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo este Poema!!!
    Obrigado pelas visitas e votos de um grande fim-de-semana.
    Bjs
    G.J.

    ResponderExcluir
  5. Nem sempre abrir as gavetas do tempo, nos trazem sensações agradáveis, temos coisas que devem permanecer fechadas para sempre. Mas esse poema é lindo, traduz uma vida. Bom final de semana. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Querida mamãe "a ponte do castelo vai subir, preciso me despedir"., ou quem sabe despertar de um sonho. Você sabe que adoro tudo o que você escreve,mas tenho que dizer que nesse poema você se superou, é muito lindo. Amo você. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Amiga Marilú, o importante é nunca deixar de sonhar, mesmo revivendo o passado, momentos de alegria ou tristeza, temos que acreditar que sempre há um futuro e com ele a felicidade pode estar presente. Belíssimo poema. Bom final de semana. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Marilú,quantas vezes temos vontade de mexer em nossas gavetas do tempo mas vamos sempre adiando, por medo, por receio de sofrer ou chorar de saudade, assim como você escreveu lindamente nesse magnífico poema. Bom final de semana. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Querida Marilú, sonhar é preciso, afinal o queria da vida sem os sonhos. Linda inspiração para escrever esse maravilhoso poema. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Amiga querida as nossas memórias passadas nunca passam, elas ficam sempre gravadas a letras de ouro, se não em matéria ficam no nosso coração, mas embora o nosso corpo seja uma matéria é das únicas bagagens que levamos quando partimos. E, são elas que um dia ainda voltarão para nos ajudar em mais outra jornada.
    Fica bem com o meu beijinho de luz e muita paz.

    ResponderExcluir
  11. Ei Marilu!
    Amei as suas gavetas do tempo! É um convite a reflexão às coisas que deixamos de sonhar. Você fez isso de forma primorosa.
    Parabéns
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  12. Marilu ,
    "Era como se a vida me perguntasse
    por onde andei."
    Lindo !

    Um beijo e boa semana .

    ResponderExcluir
  13. Quer queiramos, quer não, são os retalhos do passado autênticas peças do puzzle em que nos tornamos.
    Por vezes elevar a ponte do castelo e fechá-lo, pode querer dizer, que o mesmo está encerrado para reorganização. Vejo nisso positivismo e encarar a realidade sem deixar de sonhar.
    Gostei muito deste texto, que me transportou para emoções que há dias vivenciei, ao abrir o baú das fotografias...

    Beijo e kandandos meus

    ResponderExcluir
  14. Abir as gavetas do tempo é viajar nos sentimentos,,,muitas vezes é bom,,,outras nem tanto,,,as vezes machuca,,dá saudade,,,outras boas lembranças....grande beijo de bom sabado...

    ResponderExcluir
  15. Muitas vezes, tb abro minhas gavetas do tempo...E vejo fotos amareladas, sonhos mofados, sensações estranhas, como se fossem um outro eu que ali estivesse...Bjs querida, tenha um lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  16. Recordar é viver. É triste como o passar dos anos faz nossos sonhos parecerem ilusãoo, mas a experiência é o nosso maior tesouro. Me identifiquei um pouco com esse poema, só não na parte das cartas de amor, só recebi uma e até hoje releio rssss. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Muito bom nos permitirmos ao lirismo que habita em nosso âmago.
    No http://cadinhoroco.blogspot.com fotos dos painéis, óleo sobre tela, em oferta.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  18. Esse comentário foi postado pelo meu amigo Ricardo, do blog Viver é Pura Magia.

    CORRA AOS CAMPOS MEUS DUENDES CELFOS,NINFAS,CENTAUROS, EMPROFUSÃO,TE DEDICARAM UMA CELTA ORAÇÃO,ESSE EL VIEJO ELFUEFU ÉD+++++++++++++ AMOS VOCES, PESSOAS LINDAS NÃO CONSIGO EM EU BLOG COMENTAR BZIXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    ResponderExcluir
  19. Querida Marilú, todos nós temos essas gavetas, e abri-las as vezes é muito doloroso, mas também existem muitas coisas boas guardadas dentro delas. Adorei o final do poema quando você escreve "a ponte do castelo vai subir"., soa como um recomeço. Parabéns pelo poema é lindo. Bom final de semana. Beijus

    ResponderExcluir
  20. Querida, nem precisa pedir perdoa.
    O tempo urge, vai passando.
    O importante são recordações que o tempo não apagou.
    Um abraço, beijos.

    ResponderExcluir
  21. "Peço perdão a criança que
    deixou de sonhar...."

    escritura encantada é a tua
    amei muito!

    beijos,
    do homem-menino

    fique com Deus!

    ResponderExcluir
  22. Querida amiga que poema maravilhoso.
    Tenha um excelente domingo pleno de alegria e paz.
    “Se cada um dos seus dias for uma centelha de luz, no fim da vida você terá iluminado uma boa parte do mundo.” Osho
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  23. Já abri e fechei muitas gavetas do tempo, rasquei as lembranças e que me traziam o passado inteiro. – E me lembro bem daquela rosa em que eu guardava nas páginas de um livro. – E as cartas de amor, fiz bolinhas e joguei fora. – Meus sonhos de menina, não se concretizaram quando me tornei uma mulher. Agora vivo retalhando versos...

    Obrigada pela sua visita!
    Volte sempre, beijos...

    ResponderExcluir
  24. Pra começar bem a semana, trago-lhe uma ginástica espiritual.
    O ministérios da saúde aprova: pode ser praticada por todas as idades.

    Que sua semana seja de vitórias!!!

    Para o Corpo

    Entregue ao Pai Celestial todas as tuas cargas, preocupações e tristezas.

    “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

    (Mateus. 11:28,30)


    Para a Respiração
    Respire apenas a atmosfera de paz, amor e felicidade.

    “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá a Deus”.

    (Hebreus 12:14)



    Para os Olhos
    Veja somente o bem em teus semelhantes.

    “O amor seja sem hipocrisia. Detestai o mal, apegando-vos ao bem”.

    (Romanos 12:9)


    Para os Ouvidos
    Escute a voz de Deus.

    “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; Eu as conheço, e elas me seguem”.

    (João 10:27)


    Para a Mente
    Exercite exclusivamente idéias construtivas.

    “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há, e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”.

    (Filipenses 4:8)



    Para a Boca
    Pronuncie apenas palavras edificantes e caridosas.

    “Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, por que somos membros uns dos outros”.” Não sai da vossa boca nenhuma palavra tope; e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade,e, assim, transmita graça aos que ouvem”.

    (Efésios 4:25, 29)


    Para o Rosto
    Sorria, sorria, sorria o dia inteiro.

    Regozijai-vos sempre”.

    (I Tess. 5:16)


    Para as Pernas
    Ande sem temer pelos caminhos em que Deus te guiar.

    “Não to mandei Eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andes”.

    (Josué: 1:9)


    Para as Mãos
    Una-as diariamente para uma oração especial.

    “Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contendas”.

    (I Timóteo 2:8)


    Para o Coração
    Irradie sentimento de amor.

    “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor”.

    (I João 4:7,8 )


    Mais uma para as pernas, pois essas fraquejam de vez em quando e nos fazem cair, então melhor fortificá-las mais um pouco
    Tenha todos os dias contato com Deus.

    “Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor requer de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benevolência, e andes humildemente com o teu Deus?”.

    (Miquéias 6:8)



    Depois dessa ginástica ter sido praticada diariamente, você olhará a semana que passou e só terá Alegria!!!

    Beijão no seu coração

    ResponderExcluir
  25. As gavetas das nossas vidas estão cheias de recordações. Boas e más como em tudo.

    O poema que fez esta abertura está muito bem conseguido. Cada um poderá abrir as suas próprias gavetas e talvez arrumar melhor os temas. Será ?

    Obrigado pelo carinho deixado em lidacoelho

    ResponderExcluir
  26. Querida Marilu!
    Beleza este poema "Sonho de menina que a mulher não concretizou".
    Gostei assim como gosto do que escreve.

    Um beijo grande e belo Domingo.

    ResponderExcluir
  27. Bom dia, querida amiga Marilu.

    Que maravilha de poema, menina... BRAVO!!
    As cortinas precisam se abrir muitas vezes, para os aplausos!

    Viajei na sua emoção que buscou dentro de mim, as minhas. Me emocionei demais.

    Obrigada, obrigada!

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  28. Um otimo domingo pra ti minha querida amiga e uma semana recheada de carinho e paz...beijos e beijos...

    ResponderExcluir
  29. querida, venho deixar meu beijo e abraço e (re)buscar teu selinho de aniversário do blog. é que acabei de reparar que também desapareceu nas andanças do blogger vs google. desculpa.
    parabéns por tua filhota, tem uma profissão muito nobre, seu coração só pode ser de nobreza também:)

    ResponderExcluir
  30. As gavetas guardam lembranças de uma vida, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  31. Hoje
    Venho expressamente deixar um beijo e agradecer o carinho pelo aniversário do Zé António


    BEIJOS

    ResponderExcluir
  32. Tanta coisa quisemos fazer e não fizemos,
    De tantas nos lembramos, mas algumas esquecemos.
    Tantos sonhos realizados e outros perdidos.
    Encontros e desencontros, inflamados e serenos.
    Noções de tempo que afectam os sentidos.
    Somos criadores de signos e recordações,
    Guardadas nas gavetas dos tempos vividos.

    Um abraço fraterno, com amizade.

    ARFER

    ResponderExcluir
  33. Oi Marilu, é muito bom abrirmos essas gavetas, jogarmos o que não nos serve mais fora e guardar somente os bons momentos com carinho
    O que não realizamos, não vivemos... sempre teremos novas chances pois a vida é um recomeço todos os dias
    Beijos e boa semana pra ti!

    ResponderExcluir
  34. Oi, minha querida Amiga!

    Desculpe a demora em vir agradecer suas visitas lá no Desnudo...
    Mas depois que postei no dia 11, comecei a ir nos blogs dos amigos, daí travou tudo!
    O Blogger ficou fora do ar até sexta feira, e pior!
    Deletaram matérias minhas, comentários dos seguidores, seguidores, como não sei!
    Uma verdadeira bagunça, Marilu...
    Mas não te esqueci minha querida, e hoje, aproveitei logo assim que cheguei pra deixar muitos bjs em seu coração.
    Olha só!
    Eu tenho mania de guardar cartas, cartões de Natal, aniversários, cartas de amigos e amigas, até mesmo, namoradas que tive...
    Há pouco tempo mexendo no guarda roupa, encontrei duas caixas dessas, cheias... Muito bom lembras do passado, e como foi bom...

    Bjs e uma linda noite pra ti

    Marcio RJ

    ResponderExcluir
  35. Amiguinha Marilú, surpreendentes-me com tão lindo poema, abris-tes as gavetas do tempo, vistes tua vida a passar como em um filme, momentos de alegria, amor e muita tristeza também. Mas o que mais me emocionou foram essas palavras:
    "Sonhos de menina que a mulher
    não concretizou.
    Peço perdão a criança que
    deixou de sonhar...."
    Sabes que leio tudo o que escreves, e tenho a te dizer que esse poema é um dos mais lindos que escrevestes. Parabéns. Beijinhos

    ResponderExcluir
  36. Maravilhoso poema, querida amiga!
    Quando abrimos o armário das recordações, tudo pode acontecer... podemos lembrar momentos agradáveis como dias de sol, outros tristes como a noite... tudo que ajudou a construir a pessoa que hoje somos.
    Adorei!

    Uma semana feliz. Beijinhos

    ResponderExcluir
  37. Olá Marilu
    Aquelas recordações guardadas em nosso inconsciente, sempre quando removidas, podem nos trazer alegrias e tristezas.
    Boa semana
    Bjux

    ResponderExcluir
  38. Um grande beijo de boa segunda feira pra ti amiga,,,

    ResponderExcluir